Energia e as Terapias Energéticas

Florianópolis

Energia e as Terapias Energéticas

Tudo no universo é energia e toda essa energia vibra em determinada frequência em busca de equilíbrio. Nós, seres, não somos diferentes. 

A energia, no Japão chamada de Ki, também recebe diversas outras nomenclaturas. Na Índia é conhecida por Prana, na China por Chi e por aí vai. 

E se tudo é energia, há momentos em nossas vidas que estamos com a energia lá em cima, no alto astral. Já em outros momentos, sentimos a energia baixa, precisando recarregar. Na física, quando um corpo não conservativo sofre a ação de forças externas, ele não conserva sua energia. Lavoisier já dizia, “Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. Em uma visão mais simplificada para nossa realidade, temos o exemplo da bateria dos aparelhos celulares, onde sua energia é consumida e por isso precisamos recorrentemente recarregá-lo. 

E como nós, humanos, podemos recarregar as energias? A energia vital é constantemente reposta, por exemplo, pelo ar e alimentos. Também, já se sabe que somos capazes de elevar nossa energia por meio de pensamentos, sentimentos e ações positivas. As terapias energéticas, como o Reiki, funcionam da mesma forma. A energia do poder do universo se funde com a energia do seu próprio corpo. As duas não perdem sua individualidade mas são combinadas. “O universo encontra-se no seu corpo e o seu corpo encontra-se no universo. Por outras palavras, o seu corpo e o universo tornam-se um”. 

Mas, como essa energia se transmite? No caso do Reiki, o Reikiano –  quem aplica – trabalha como um transmissor da energia universal, canalizando-a para a pessoa atendida. Ele faz o mesmo trabalho da corrente de energia de um cabo que carrega o celular, voltando para o exemplo da bateria. Conectando-se com a fonte e transmitindo a energia para o corpo da pessoa que recebe. Por isso o símbolo do Reiki é o bambu, pois é uma planta de estrutura oca que permite que a energia flua. 

Quais as funções da energia no corpo? A energia é utilizada para manter nosso organismo em funcionamento e também para fornecer capacidade de trabalho externo durante nosso dia a dia. Além disso, nossos Chakras – vórtices de energia, que em sânscrito significa “roda de luz” – são afetados quando recebem um acúmulo de toxinas por causas externas (que podem vir de nós mesmos). Reagindo de forma a girar mais lentamente, diminuindo a frequência energética. Nestes casos, os processos de cura atuam na energização e alinhamento do corpo físico, e os demais corpos sutis. Como também na harmonização dos Chakras, contribuindo para o seu pleno funcionamento por meio da normalização da frequência que os envolvem. 

Então, quais os benefícios do recebimento dessa energia? Com a contribuição na restauração do equilíbrio e a energização dos corpos, podemos viver uma vida com ainda mais saúde, conexão, fluidez, felicidade e plenitude! E não é isso que todos desejamos? 

“Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira”

– Johann Goethe

Autora:

Natalia Chiorato

Terapeuta Holística

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat